Aparte
Governo Federal dispõe de R$ 3 milhões pra conclusão do Terminal Pesqueiro de Aracaju

Laércio Oliveira: Sergipe tem vocação pra  pesca e já há diversos projetos na área

O deputado federal Laércio Oliveira esteve com o secretário da Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif Júnior, no Terminal Pesqueiro de Aracaju, onde foi anunciada a liberação de R$ 3 milhões para a conclusão da obra e que os recursos estarão disponíveis para o governo estadual até o final deste ano.

O terminal irá atender 12 mil pescadores sergipanos. O superintendente da Agricultura de Sergipe, Haroldo Araújo Filho, e representantes dos Ministérios da Economia e Turismo, do Governo do Estado e do setor produtivo também participaram do evento. Foi feita uma vistoria nas instalações.

“O nosso Estado tem vocação para pesca como pilar econômico de desenvolvimento. A gente não vai não vai só conseguir trazer aquilo que o mar nos oferece, mas a inauguração desse terminal pesqueiro tem ações muito mais amplas”, diz Laércio.

“Por exemplo, nós temos aqui um representante do Ministério do Turismo porque o Estado tem também um grande potencial para esportes náuticos. Passam aqui pela costa grandes cardumes de atum, mas nós não aproveitamos porque atualmente não temos infraestrutura para oferecer lanchas e material de pesca e pessoas qualificadas para promover eventos de pesca”, disse Laércio Oliveira.

O parlamentar explicou ainda que destinou R$ 5 milhões em recursos de emendas para a conclusão do terminal, mas esses recursos foram contingenciados e transferidos para o combate ao coronavírus no país. “Agora, no entanto, o governo anunciar esses recursos foi uma ótima notícia para os sergipanos”, explicou.

O terminal de pesca está na carteira de parcerias e investimentos do Governo Federal. Segundo o secretário, é o terminal que está mais avançado em termos de infraestrutura para garantir as condições logísticas de trabalho.

“Interessados vão oferecer investimento e já dizendo os valores que serão cobrados aos usuários. Quem oferecer mais investimento para o terminal e cobrar menos do usuário será o vencedor da sessão. Ele deve equipar o terminal com fábrica de gelo, esteiras de manipulação, congeladores, ou seja, toda infraestrutura que é necessária para o bom funcionamento”, explicou Jorge Seif Júnior.

O edital de chamamento público para o estudo de concessão do terminal pesqueiro de Aracaju já está publicado. “Todo o setor pesqueiro vai ter um local apropriado para fazer sua parte de beneficiamento, de transporte, de uma forma que traga a segurança alimentar para quem estiver adquirindo os produtos. Enfim, isso potencializa o mercado e incentiva também para que mais pescados possam trazidos pra cá. Não somente  relacionados a pesca direta, mas também de cultivo”, explicou Haroldo Araújo.

O secretário de Agricultura de Sergipe, André Bomfim, explicou que 97% das obras físicas estão concluídas. “Mas esse convênio tem um débito com a empresa que fez essa obra, então esse recurso servirá para finalizar a obra e pegar o débito”, explicou Bomfim.  

Para o presidente da Associação de Criadores de Camarão, Lee Fei, essa obra é de muita importância para o desenvolvimento do setor pesqueiro. “Porque ela habilita com a inspeção federal a saída da mercadoria com todo o controle sanitário perfeito”, disse Lee.

“O terminal é um marco divisor na pesca. É a segurança alimentar, a melhoria do pescado e é a entrega de um pescado de qualidade para todos. Esse é um grande passo para a melhoria de todo o pescado em Sergipe”, afirmou o presidente da Associação de Armadores de Pesca Artesanal Humberto Almeida.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.