Aparte
Depois de seis anos, Aderval Aragão deixará Presidência da Somese

Aderval Aragão: fecha a porta com uma agenda forte de realizações

Na próxima sexta-feira, 23 de outubro, o médico cirurgião vascular José Aderval Aragão deixará oficialmente a Presidência da Sociedade Médica de Sergipe – Somese - após dois mandatos consecutivos. É quando acontecerá a posse da nova Diretoria para o triênio 2020-2023, que terá o médico Hesmoney Ramos de Santa Rosa como o novo presidente.

Em virtude da necessidade de manter o isolamento social em tempos de pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, a solenidade será on-line, com transmissão ao vivo pela plataforma Zoom para convidados e também pelo canal da Somese no YouTube para toda a sociedade. O evento começará a partir das 20h.

Nos seis anos em que atuou à frente da Somese, de 2014 a 2020, José Aderval Aragão contribuiu com inúmeras ações que valorizaram ainda mais a entidade. Fazendo uma breve retrospectiva, vale destacar, por exemplo, que, ele fez uma reformulação administrativo-financeira, atraiu novos sócios e ainda resgatou mais de 30% de associados que estavam inadimplentes apenas no primeiro ano de mandato.

Como estratégia, recriou o Clube Somese de Benefícios, uma rede de parcerias com estabelecimentos comerciais e de serviços com descontos e vantagens para os sócios. Além disso, lançou duas edições do Guia Médico Especializado de Sergipe - 2019 e 2020.

Levando muito a sério a missão de valorizar os profissionais da Medicina, Aderval e toda a Diretoria homenagearam 334 médicos com a entrega de troféus e comendas - “Troféu Professor Lauro Augusto do Prado Maia” (2015), “Troféu Irmãos Hyder e Hugo Gurgel” (2016), “Comenda José Augusto Soares Barreto” (2017), “Comenda Dr. Augusto do Prado Franco” (2018) e “Comenda Dr. Francisco Guimarães Rollemberg” (2019).

Além disso, como presidente da Somese, José Aderval Aragão lançou algumas publicações que também homenageiam os colegas, como o “Livro Verde da Medicina Sergipana” – Volumes 1 e 2, e o “Memória Viva da Medicina Sergipana”.

Acrescente-se a tudo isso, eventos que contribuíram muito para a formação dos médicos e dos estudantes de Medicina no Estado. Sob o comando de Aderval Aragão, a Somese realizou, em parceria com o Conselho Regional de Medicina de Sergipe – Cremese -, o IV Congresso da Sociedade Médica de Sergipe.

Com a realização simultânea, inclusive, da reunião da Diretoria Plena e do Conselho Deliberativo da Associação Médica Brasileira – AMB -, ocorrida pela primeira vez na capital sergipana. Além disso, promoveu o VI Congresso Norte-Nordeste e Centro-Oeste de Anatomia Aplicada no primeiro semestre de 2019.

Um dos grandes feitos da gestão de Aderval foi a criação, em setembro de 2016, do Projeto Salve, cujo objetivo é ensinar leigos a salvarem vidas diante de uma parada cardiorrespiratória.

Trata-se de uma parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Sergipe - Samu 192 -, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe – CBMSE - e a Cooperativa de Anestesiologistas de Sergipe - Coopanest/SE. Em quatro anos de atividade, mais de 5 mil pessoas já foram habilitadas no Estado.

Consciente do papel social que a Somese detém dentro e fora do segmento médico, Aderval Aragão fomentou ações de responsabilidade social que ganharam foco e dimensões maiores e se materializam com a arrecadação de alimentos não perecíveis para diversas entidades filantrópicas

Tais ações foram desenvolvidas pela Somese envolvendo estudantes do curso de Medicina da UFS. Resultado: quatro toneladas de alimentos foram arrecadadas. E não para por aí. Outra preocupação foi também quanto ao lazer do médico.

Assim, na gestão dele, houve três edições do Jantar Dançante Somese e também o Forró Med. Este ano, por causa do isolamento social, foi realizada a Live Forró da Somese, transmitida ao vivo através do canal da instituição no YouTube, em celebração aos 83 anos da entidade.

Ressalte, ainda, o Cine Somese, projeto que reúne médicos, estudantes de Medicina e de áreas afins para a exibição mensal e gratuita de filmes. Além de entreter, o evento também oferece conhecimento, já que acontecem debates sobre os temas exibidos nos filmes.

De 2018 a 2020, foram realizadas 16 sessões com a participação de 825 pessoas. Vale destacar, ainda, a importância dos tradicionais almoços da Somese. De 2015 a 2020, foram realizados 176 deles, que reuniram 4.258 participantes.

Segundo Aderval Aragão, todas essas ações fazem parte de mais um capítulo na história da vida dele que se conclui com êxito e alegria. “O sentimento que enche meu coração é o de dever cumprido, de poder constatar que contribuí com todo empenho e determinação para dar à Sociedade Médica de Sergipe ainda mais visibilidade em nosso Estado e no Brasil, tornando-a mais respeitada, forte e atuante no auge de seus 83 anos de existência”, sintetiza.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário