Aparte
Waneska Barboza quer 100% do cadastro de vacinação do pessoal da Saúde sob comando da Secretaria  

Waneska Barboza: isso será a partir da segunda-feira, dia 1º

A secretária Municipal de Saúde de Aracaju, médica Waneska Barboza, disse nesta sexta-feira, 26, que a partir de próxima segunda-feira, 1º de março, a Secretaria que ela comanda vai assumir 100% o controle do cadastro e da vacinação de profissionais de Saúde da capital.

Waneska Barboza afirma que, para isso, a Secretaria alimentará um cadastro próprio e vai tirar de cena a mediação das diversas entidades de saúde que lhe forneciam a lista dos profissionais da saúde que receberiam o imunizante.

“Não faremos mais vacina baseado em lista de pessoal remetida por estabelecimento saúde algum. Para maior segurança, abriremos um cadastro on-line com os critérios pré-estabelecidos pelo Ministério da Saúde, e o próprio profissional poderá se cadastrar e comprovar que faz parte daquele grupo prioritário”, avisa Waneska Barboza.  

Há suspeitas de que, com base nas listas remetidas pelos estabelecimentos de saúde até agora, havia uma certa inconsistência e que isso gerava dificuldade de imunizar profissionais em atividade, o que é um risco e que estava desagradando a muitos deles.

“Agora, com base nessas informações do cadastro controlado pela Secretaria Municipal de Saúde, e que serão de responsabilidade de cada um declarante, faremos o agendamento da vacina”, diz Waneska Barbosa. A aplicação da vacina em si já é uma prerrogativa da própria Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju.

Essa mudança na operacionalização do processo de vacinação para Covid-19 gera uma expectativa de que não fiquem de fora profissionais que estão diretamente na lida da saúde.

Os profissionais em atividade, que estavam com dificuldade de receber a vacina, agradecem e apontam enormes vantagens nesta mudança, como as de neutralizar a ação de serviços inoperantes que enviam listas incompletas ou com repetições de nomes de colaboradores que tenham se vacinado em algum momento, além de minimizar o desperdício de um insumo extremamente valioso hoje, que é a vacina.

E o mais importante de tudo, que é a exclusão da possibilidade de fura-filas se darem bem nesta hora de imunizantes de menos. “Tudo isso será resolvido a partir desta segunda-feira, dia 1º”, reforça Waneska Barboza.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.