Aparte
Deputado Gustinho Ribeiro defende piso nacional de R$ 7.616 e carga horária dos enfermeiros

Gustinho Ribeiro: “Vamos atuar para que o projeto seja aprovado o quanto antes”

O deputado federal sergipano e vice-líder do Governo Federal Gustinho Ribeiro, destaca que o Projeto de Lei 5640/20, que trata da fixação do piso nacional e da jornada de trabalho do enfermeiro, do técnico de enfermagem, do auxiliar de enfermagem e da parteira, conta com o apoio do Governo e acredita que será aprovado na Câmara e sancionado pelo presidente da República em breve. 

O Projeto segue tramitando no Congresso Nacional. “É a valorização destes profissionais da Saúde, que já eram importantes e agora, na pandemia, são ainda mais essenciais e estão atuando na linha de frente no combate à Covid-19”, diz Gustinho.

“Por isso, vamos atuar para que o projeto seja aprovado o quanto antes e, desta forma, os enfermeiros tenham o direito a um piso salarial e a uma carga horária garantidos", reforça Gustinho. 

O projeto propõe que o piso nacional dos enfermeiros seja de R$ 7.616. A proposta determina ainda que o piso dos técnicos de enfermagem deverá ser equivalente a 70% desse valor e dos auxiliares de enfermagem e das parteiras, o equivalente a 50% do piso estabelecido para os enfermeiros. 

Em relação à carga horária, o PL fixa em 6 horas diárias e 30 horas semanais a jornada máxima de trabalho para as quatro categorias, que pode ser ampliada com correspondente acréscimo salarial.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.