Aparte
Delegar ao Congresso a decisão

Vicente Cândido: cedendo à opinião pública

E continuou: “Com isso, a proposta será delegar ao Congresso a decisão sobre o valor de recursos a ser destinado ao fundo, a cada eleição – o que pode, inclusive, superar os R$ 3,6 bilhões. “Tudo é possível, mas espero que se aplique o limite do razoável”, afirmou Cândido na saída do encontro. Desde 2015 as doações empresariais aos candidatos estão proibidas, o que resultou no embrião da atual reforma política, que pretende ampliar o financiamento público das campanhas. O problema, porém, é que não há acordo sobre o novo modelo de eleição para o Legislativo. Parlamentares querem emplacar o chamado “distritão”, que despreza grande contingente de votos dos eleitores –aqueles dados aos não eleitos e os direcionado em excesso aos eleitos”.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.