Aparte
Sergipe vive desordem fiscal nos municípios

Clovis Barbosa: situação triste e saída com apoio da UFS

O presidente do Tribunal de Contas de Sergipe, conselheiro Clovis Barbosa, não se conforma com a bagunça a que chegou a administração pública de Sergipe, no aspecto da gestão fiscal dos municípios. Ele fala, pelo menos, dos gestores que passaram o bastão em janeiro deste ano para os atuais. Clovis não digere com facilidade, e muito menos com felicidade, os dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, que colocam Sergipe na rabeira quando o assunto é o ordenamento fiscal. “Nós estamos passando por uma fase muito difícil da gestão pública em Sergipe. Eu continuo dizendo que fiquei abismado quando vi os dados da Firjan apontando que o Estado está em penúltimo lugar em gestão fiscal dos municípios. Só ganha para o Maranhão, e pronto. Isso é muito grave, porque Sergipe esteve sempre entre os primeiros lugares. Não dá para entender porque hoje é o penúltimo” diz Clovis.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.