Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 39 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração / Tanuza Oliveira.

Maria José, viúva de Tarantella, agradece às pessoas pelo apoio recebido na morte do marido
Compartilhar

Maria José da Cruz Menezes: “A dor em perder a quem amamos é insuportável”

O empresário João Paes da Costa, o João Tarantella, 60 anos, foi um radical político tão cordial que até os seus familiares fizeram por onde incorporar esse lado positivo dele.

Com a morte dele no último sábado, 15, em consequência de um atropelamento de trânsito de que fora vítima na terça-feira, dia 11, nesta terça, 18, a viúva, Maria José da Cruz Menezes, saiu com uma nota pública agradecendo o apoio recebido da sociedade e a setores da vida pública e da saúde no instante de luto e, sobretudo, durante o período de internamento do empresário e político.

A partir daqui, o texto é o da nota oficial Maria José da Cruz Menezes.

“A dor em perder a quem amamos é insuportável e nos limita em diversos sentidos, mas ainda assim eu não poderia deixar de agradecer a todos que, com grande zelo, estiveram ao nosso lado durante este momento.

Em destaque o governador do Estado, Belivaldo Chagas, e a todos que compõem o Palácio do Governo por toda a assistência e preocupação.

Também a Superintendência e toda a equipe que compõe o ciclo hospitalar do Hospital João Alves Filho que, com muita dedicação, cuidaram do nosso querido João.

Quero demonstrar ainda gratidão à Câmara de Dirigentes Lojistas, em nome do superintendente Edmilson Andrade, ao deputado Rodrigo Valadares, à Secretaria de Segurança Pública e suas forças, em especial ao Corpo de Bombeiros de Sergipe, à Polícia Militar, ao Agrupamento Tático Getam, à Delegacia Especial de Delitos de Trânsito, responsável pelas investigações e, por fim, à toda equipe de funcionários de João e à sociedade sergipana em geral, que externaram uma grande preocupação e carinho desde o momento que souberam do acidente.

É justamente nesses momentos que entendemos a importância do carinho, amor e cumplicidade que podemos compartilhar com as pessoas. Fica agora a lição entre todos nós e as lembranças do grande homem que foi o meu marido. Que Deus nos ajude e nos abençoe”.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

WASHINGTON TEIXEIRA COSTA
Maria Tenha certeza de uma coisa Já, já te dirá como estar perto de Deus
Gilberto dos Santos
Comhercir quando estava começando sempre estava o mesmo cara com recursos muito pouco mais não dessistia dez unidades embalagem um vaso ketchup hoje deixou outra estrutura
Ana
Que Deus conforte toda família e acalme o coração de vocês Pois a perde foi grande ,mas Deus iluminara o caminho de vcs
WASHINGTON TEIXEIRA COSTA
MARIA e toda família do João, os meus sinceros sentimentos de pesar, tenho certeza que, você e filha vão sentir muita a a sua falta. Contudo compreenderá a sua despedida da terra, muito embora dolorosa, porém uma convocação de DEUS- supremo arquiteto do universo. João era aquele amigo, meus encontros com era sempre no final do dia na minha BANCA DE REVISTA WALUVI - Sempre que podíamos, a pós adquirir seu jornais, um dedo de prosa, sobre política, rssss.., ultimamente estávamos em campos OPOSTOS, todavia não deixamos sermos amigos, ele costumava chamar-me de magnata, o magnata das revistas e jornais, Rsss, embora não seja um magnata me sentia bem, vindo de João Tarantela, era uma honra. Assim sendo, Maria e familiares, aceitem a sua despedida da terra, ele AGORA, faz parte da constelação de Deus, viu. Abraço a todos. Viva João Tarantela, o guerreiro.
Francisco Antônio
D. Maria, deus lhe conforte o coração e de todos da sua família.
Ademir da Silva Oliveira
Expresso meus sinceros sentimentos à família. Que Deus o tenha em um lugar digno conforme seu merecimento.