Aparte
“Administração de Aracaju não pode ser entregue a qualquer um”, diz Edvaldo

Edvaldo Nogueira: “Não é qualquer um que pode administrar a cidade”

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PDT, que disputa à reeleição, disse nesta sexta-feira, 30, ao participou do Encontro com os Candidatos, evento realizado pelo Fórum Empresarial de Sergipe em parceria com a Associação Comercial de Sergipe, que a gestão de Aracaju “não pode ser entregue a qualquer um”.

Ao expor suas propostas para a retomada do desenvolvimento econômico, da geração de emprego e renda, do estímulo ao empreendedorismo e à inovação, Edvaldo Nogueira afirmou que a administração da cidade exigirá de seus gestores “vocação, experiência e preparo” diante da crise que o mundo enfrenta.

“Infelizmente, há uma tendência no Brasil hoje de minimizar o papel dos políticos e dos gestores. Mas quero lembrar que não é qualquer um que pode administrar a cidade, principalmente na crise em que estamos vivendo e diante dos desafios que ainda iremos enfrentar em decorrência do coronavírus”, pontuou ele.

“Então, é preciso que as pessoas que estejam à frente da Prefeitura tenham capacidade, conheçam a Prefeitura, saibam o que tem que fazer, tenham boas ideias, mas também capacidade de colocá-las em prática. Por isso que eu me coloco candidato à reeleição de maneira muito tranquila, porque todos viram o nosso trabalho de reconstrução da cidade”, afirmou Edvaldo para a plateia formada majoritariamente por empresários.
Edvaldo Nogueira ressaltou que está preparado para enfrentar as dificuldades em nome de Aracaju. “Tenho preparo suficiente. Conheço a Prefeitura e sei como fazer as coisas, porque eu já fiz. Os cidadãos não vão assinar um documento em branco para mim”, disse ele.

E reiterou: “Não sou o candidato apenas das boas intenções. Sou o candidato capaz de realizar, de enfrentar os problemas e de levar a cidade a um novo patamar de desenvolvimento. Temos exemplos de pessoas que se mostraram bons de discurso, mas que, na prática, foram uma tragédia, inclusive foram recentemente afastados do cargo. O exercício da função pública exige desprendimento, capacidade e preparo”, disse.
No encontro, o prefeito de Aracaju destacou as medidas do Programa de Retomada Econômica, lançado por ele no início de outubro. São três as linhas de ação do projeto: investimento de R$ 1 bilhão em obras que irão gerar 19 mil empregos; o refinanciamento de dívidas com tributos municipais, com descontos de até 100% de juros e multas, e o investimento de R$ 8 milhões no fortalecimento do turismo.

“Com este programa, atuamos em várias áreas ao mesmo tempo com foco na melhoria da economia. Ajuda o empreendedor, pois cria as condições para a regularização das empresas, atrai turistas e gera empregos”, definiu.
Ao abordar a revitalização do Centro de Aracaju, Edvaldo detalhou o projeto que irá estimular a implantação de startups na região central da cidade, com incentivos fiscais, diminuição de impostos, estímulo à reabitação, modernização das fachadas e no parque de iluminação e fiação, implantação de estacionamentos verticais.

“É um sonho que queremos tornar realidade. Iremos dialogar com todos os setores para que a revitalização ocorra de maneira muito efetiva”, frisou Nogueira.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário