Aparte
Márcio Macêdo: “Aracaju será uma cidade inclusiva e acessível. De todos”

Márcio Macêdo; "Em todos os bairros que passo, só recebo amor”

Ao ser surpreendido pela recepção calorosa dos moradores dos bairros Cirurgia, Getúlio Vargas e Suíssa durante a passagem da Carreata 13, o candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macêdo, PT, não conteve a emoção e reforçou seu desejo de transformar a vida dos aracajuanos.

“Aracaju avermelhou. Ninguém segura mais o grito de liberdade do povo. A liberdade de uma gestão que abandonou a cidade. Como é bom sentir esse carinho. Em todos os bairros que passo, só recebo amor”, declarou.

Isso foi na noite da última quinta-feira, 29. Desta vez, o candidato a prefeito estava ao lado do líder do Senado Rogério Carvalho, da vice-governadora Eliana Aqui, do deputado federal João Daniel e do ex-deputado estadual Robson Viana e realizou nas três localidades uma festa repleta de propostas, compromissos e de desejo profundo de transformar a vida das pessoas.

Uma das principais características das agendas políticas do PT na capital nesta campanha é a constante presença de idosos, crianças e pessoas com deficiência. Para Márcio, isso demonstra a confiança que a população tem no partido “que tem um olhar especial para este público”.

“Aracaju será uma cidade inclusiva e acessível. Uma cidade de todos e todas. Eu serei o prefeito que cuidará da infância, da educação, do povo mais pobre. Nós vamos cuidar das pessoas. Vamos trazer de volta a dignidade dos idosos e incluir essas preciosas pessoas em nossos projetos para a capital”, afirmou.

Ao chegar na Maloca, uma importante comunidade quilombola, localizada no Largo Pedro Alvez Braz, bairro Getúlio Vargas, o petista foi festejado pelos moradores, que encheram as ruas de bandeiras, gritos de ordem e celebração pelo retorno do PT.

“Essa é a alegria do 13. A alegria de quem sabe que o PT chegou pra fazer Aracaju feliz novamente. Quanta emoção. A Maloca está em meu coração. Eu sei da importância do seu povo, da sua força cultural. Nós vamos ampliar os movimentos e as apresentações culturais de Aracaju, da nossa periferia”, garantiu.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.