Aparte
Dirigentes do PCdoB de Sergipe celebraram em evento os 100 anos de fundação

Comunistas de Sergipe em festa nesta sexta-feira pelos 100 anos do PCdoB

Os 100 anos de fundação do Partido Comunista do Brasil - PCdoB -, comemorados no último dia 25 de março, foram alvo de uma homenagem pelos seus dirigentes, militantes e simpatizantes na manhã desta sexta-feira, 1º, com a sessão especial que levou o nome de “Floresce a Esperança: 100 anos do Partido Comunista do Brasil”.

A sessão reuniu diversos membros e dirigentes da legenda e também de outras siglas partidárias. O autor da ideia, o vereador Professor Bittencourt, do próprio PCdoB, presidiu a sessão e fez uma retrospectiva da história do partido.

“O que o PCdoB representa é mais do que foi fincado em 1922 na trajetória de luta do homem, do povo sergipano, de Aracaju e do povo brasileiro. Quero reafirmar a história extraordinária de luta desse partido. Hoje é um dia de agradecimento e reafirmação da luta, porque nós somos fruto da luta e o fruto que produziremos será de uma árvore frondosa e que vicejará muita luta e esperança para todo o povo brasileiro”, disse o vereador.

O PCdoB foi criado em 25 de março de 1922 e, segundo o Professor Bittencourt, construiu uma trajetória de atuação marcante em diferentes frentes, como nos movimentos dos trabalhadores, das mulheres e da juventude, conseguindo alcançar o respeito do povo e a sua inserção no quadro político brasileiro.

A ex-deputada federal por Santa Catarina, Ângela Albino, também participou da sessão representando o Comitê Central do partido e destacou o poder das minorias.

“Comemorar os 100 anos do PCdoB é reafirmar os nossos valores mais importantes, mais potentes, que são de valorização do trabalho, da classe trabalhadora, das mulheres, do poder da pluralidade, da população negra”, disse Ângela Albino.

“Quando comemoramos os 100 anos é para reafirmar isso, mas também é para dizer que no marco do capitalismo as nossas vitórias serão sempre incompletas. Precisamos refundar uma sociedade mais justa, mais fraterna e com mais equidade”, destacou.

O presidente estadual do PCdoB, Edval Gois, destacou a luta do PCdoB na busca de um país mais democrático. “O PCdoB completou 100 anos de luta e amor pelo Brasil e essa é uma luta constante para que possamos ter um país livre, com liberdade, democracia, igualdade e sempre haverá a bandeira do socialismo”, enfatizou.

A sessão foi composta por diversas homenagens e também houve a entrega de certificados aos dirigentes e demais pessoas que ao longo desses 100 anos contribuíram e fizeram parte da história do PCdoB. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.