Aparte
Assisinho começa gestão de Malhador dando novo ritmo à cidade

Assisinho: “Pretendo fazer um trabalho que fique na história da cidade”

A cidade de Malhador, localizada no agreste central sergipano, com os seus 12.618 habitantes pelo censo do IBGE do ano de 2019, ganhou uma nova gestão. A tradicional cidade do inhame tem em Francisco de Assis Araújo Júnior, o Assisinho, jovem de 29 anos, um gestor que sonha com um reforço na economia municipal através do turismo religioso.

Atualmente, tudo gira em torno da agricultura. Filho da miraculada que ocasionou a beatificação de Irmã Dulce, freira baiana hoje elevada a Santa, Assisinho acredita no crescimento da cidade nos próximos anos através do turismo religioso.

“Tive a experiência de passar pela Secretaria de Obras de Malhador por seis anos e no início da minha campanha ninguém acreditava que eu pudesse ganhar a eleição. Mas vi que Deus me deu uma oportunidade de trabalhar por minha terra e estou abraçando com garra e pretendo fazer uma grande gestão como prefeito de Malhador”, justifica Francisco de Assis Araújo Júnior.

A vontade de investir no turismo religioso veio por causa do milagre atribuído à freira baiana Dulce Lopes Pontes, a irmã Dulce, falecida em 1992. Enferma por conta de complicações no parto do seu filho mais novo, a mãe do prefeito, Cláudia Cristiane Santos Araújo, foi dada como morta na maternidade São José, em Itabaiana, em 11 de janeiro de 2001.

Por uma intervenção da primeira santa brasileira, segundo o Vaticano, Claudinha voltou à vida, surpreendendo a população da pequena Malhador que já preparava o seu velório. “Eu era muito pequeno e me recordo da tensão daqueles dias”, lembra Assisinho.

“Acredito que a Irmã Dulce merece uma obra social em Malhador e uma igreja à altura da sua importância para nossa cidade. Estou trabalhando em busca de emendas para fazer de Malhador uma cidade bonita para receber visitantes de todo o Brasil”, aposta o prefeito, pensando alto.

Além do turismo religioso, Assisinho também pretende revitalizar as praças, calçar ruas ainda sem pavimentação, deixar as estradas vicinais em boas condições para o escoamento da produção agrícola e investir, sobretudo, na Assistência Social da cidade. 

Sobrinho de Dedé do Inhame, líder político imbatível em todas as eleições desde os anos 80, Assisinho começou a sua caminhada atrás em todas as pesquisas de opinião pública.

De virada, venceu as eleições com uma das maiores vitórias proporcionais e em números de votos da história de Malhador. “Mostrei à população que eu teria condições de fazer todas as mudanças que a cidade esperava com segurança e sem riscos. Ser sobrinho de Dedé do Inhame é uma honra e pretendo fazer um trabalho que fique na história da cidade”, promete ele.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.