Aparte
“Reajuste da passagem foi ilegal”

Emília: reajuste da passagem foi irregular

Quem pensa que a questão do reajuste do transporte coletivo de Aracaju está sanada, tá muito enganado. Mas, calma: isso não significa que ele será revogado, por exemplo. É que a vereadora Emília Corrêa garante que o trâmite que envolve a concessão do aumento não foi o correto. “No dia 18 de agosto, foi publicado o decreto do reajuste; no sábado, 19, ele já estava valendo. Sem que a Prefeitura enviasse uma justificativa fundamentada para o aumento, sem as planilhas, os cálculos”, diz ela. Por isso, a vereadora entrou com uma ação popular a fim de anular o decreto. “Tem que fazer da forma certa. Quando é que o prefeito vai respeitar a lei?”, questiona. O Movimento Não Pago também ingressou com o mesmo tipo de ação.