Aparte
Juíza há 34 anos, Maria Angélica França e Souza é a mais nova desembargadora de Sergipe

Maria Angélica França e Souza: promovida por antiguidade

O Pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe promoveu, por unanimidade, pelo critério de antiguidade, em sessão administrativa realizada nesta quarta-feira, 28, a juíza Maria Angélica França e Souza para o cargo de desembargadora.

Maria Angélica França e Souza, que era a titular do 1º Juizado Especial da Fazenda Pública, vai substituir o desembargador Alberto Romeu Gouveia Leite, que se aposentou neste mês de julho.

Nascida em Aracaju, Maria Angélica França e Souza iniciou sua vida profissional em 1967 como professora na rede particular ensino, no antigo Colégio Jackson de Figueiredo. Ela ingressou via concurso público para o magistério estadual em 1970 e na rede municipal de Aracaju em 1974.

Formada em Direito pela Universidade Federal de Sergipe em 1978, ingressou na magistratura sergipana em 1987, atuando inicialmente na Comarca de Ribeirópolis, onde ficou por seis anos.

Promovida por antiguidade para a Comarca de Tobias Barreto, atuou ali por 12 anos. Em Aracaju, ela foi juíza titular da 28 ª Vara Cível e atualmente estava no 1ª Juizado Especial da Fazenda Pública.

A posse da nova desembargadora Maria Angélica França e Souza será na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto, às 17h, com transmissão pelo Youtube no canal TJ-SE Eventos.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.