Aparte
Produtores de leite de Sergipe pedem ao governador solução contra queda de preço do produto no campo

Reunião dos pecuaristas leiteiros com o governador Belivaldo Chagas: grito de alerta

Produzir leite em Sergipe com os insumos da ração bovina caríssimos e ainda enfrentar um mercado que paga perto de R$ 1 por litro não tem sido uma tarefa fácil e está simbolizando uma ameaça real à atividade pecuarista leiteira do Estado.

Esta situação foi ouvida nesta quarta-feira, 12, pelo governador do Estado, Belivaldo Chagas, PSD, ao receber uma comitiva representativa da pecuária leiteira do Estado. O encontro reuniu boa parte do PIB dessa área de Sergipe e foi articulado pelo ex-prefeito de Propriá, ex-deputado estadual e produtor rural Luciano Nascimento, o Luciano de Menininha. Contou com a participação da senadora Maria do Carmo Alves, DEM, tia dele.

“Estivemos em audiência com o governador Belivaldo Chagas para pedir medidas contra a grave situação que atravessam os produtores de leite de Sergipe. A principal queixa é a baixa continuada do preço do produto junto aos produtores, que chegou a quase R$ 1,00, valor considerado impraticável pelo setor”, disse Luciano de Menininha.

“A audiência foi apenas solicitada por mim, mas atendendo a pedido dos produtores de leite de Sergipe da minha região, de Poço Redondo, com sua bacia leiteira de Santa Rosa do Ermírio, de Neópolis, de Canindé. O leite já esteve a R$ 2 e está baixando, baixando e já está perto de R$ 1”, disse Luciano à Coluna Aparte.

“Se continuar assim nesse valor, vai quebrar todo mundo, sobretudo os pequenos e os médios. Talvez se salve o grande, o cara que produz 10 mil litros de leite por dia. Mas as dificuldades imensas já estão nos horizontes dos que tiram de 5 mil litros para baixo”, completou ele.

Segundo Luciano, os produtores alegaram ao governador “que estão sendo muito sacrificados e que, ao mesmo tempo, não há diminuição no valor cobrado pelo leite e por seus derivados na ponta, junto ao consumo, que venha a favorecer a população”. “O governador mostrou-se sensível aos apelos”, disse o produtor.

“Depois eu mesmo telefonei para o superintendente do Banco do Nordeste, ele também nos recebeu e já deixamos encaminhado um pleito que pode surtir bom efeito na aquisição de insumos para a atividade, como rações mais baratas através do volume de compras. A senadora está na origem da solicitação da audiência e nos acompanhou na hora”, disse Luciano.

A reunião contou com quase 10 pessoas representativas da área, como o secretário de Estado da Agricultura, Zeca da Silva, e o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Sergipe, Ivan sobral.

Estavam presentes, ainda, Djenal Queiroz, da Associação de Criadores de Indubrasil de Sergipe, Zé do Poço, um grande produtor de leite de Santa Rosa do Ermírio e o filho dele, Bruno Santa Rosa, e Anselmo dos Santos, presidente da Asproleite, uma associação de Neópolis, entre outros.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.