Aparte
Caixa Econômica aumenta faixas de renda para Casa Verde e Amarela

Medida foi aprovada por Conselho Curador do FGTS no início do mês

A partir desta sexta-feira, 22, mutuários que ganham até R$ 8 mil por mês passarão a ter acesso aos financiamentos do Programa Casa Verde e Amarela. Os juros da linha Pró-Cotista, destinados a pessoas de renda mais elevada, foram reduzidos.

As medidas foram anunciadas nesta quinta, 21,pela Caixa Econômica Federal. O banco oficializou decisão do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS -, que tinha aprovado as mudanças no início do mês.

Em relação às faixas de renda, as mudanças foram as seguintes:

Faixa 1

até R$ 2,4 mil

mantida em R$ 2,4 mil

Faixa 1,5

de R$ 2,4 mil a R$ 2,6 mil

de R$ 2,6 mil a R$ 3 mil

Faixa 2

de R$ 2,6 mil a R$ 3 mil

de R$ 3 mil a R$ 4,4 mil

Faixa 3

de R$ 3 mil a R$ 7 mil

de R$ 4,4 mil a R$ 8 mil  

Fonte: Conselho Curador do FGTS e Caixa Econômica Federal

Em nota, a Caixa informou que a ampliação das faixas de renda permitirá que mais pessoas tenham acesso aos juros menores dos financiamentos com recursos do FGTS. Cada faixa do programa habitacional tem subsídios e condições diferenciadas.

PRÓ-COTISTA – Em relação à linha Pró-Cotista, destinado a quem não tem acesso ao Programa Casa Verde e Amarela, as taxas foram reduzidas para quem efetivar a contratação até 31 de dezembro. Para os imóveis de até R$ 350 mil, os juros foram reduzidos em 1 ponto percentual. As taxas mínimas passaram de Taxa Referencial (TR) mais 8,66% ao ano para TR mais 7,66% ao ano.

Para unidades entre R$ 350 mil e R$ 1,5 milhão - teto do Sistema Financeiro Habitacional -, a taxa caiu de TR mais 8,66% ao ano para TR mais 8,16% ao ano, com 0,5 ponto percentual de redução. A Caixa também ampliou, para 80% do valor de avaliação do imóvel, a cota de financiamento na linha Pró-Cotista.

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.