Aparte
Opinião - Danielle Garcia é a prova de que nada é capaz de apagar o brilho de quem tem luz própria

[*] Milton Andrade

A campanha pelas eleições deste ano foi essencial para que os aracajuanos conhecessem um pouco mais sobre a vida e a história de Danielle Garcia. Ela mostrou ter brilho próprio. Aliás, brilho que tentaram apagar ao longo de sua carreira. 

Determinada a conquistar tudo o que colocou como objetivo em sua vida, Danielle nunca se deixou abalar. Ao se deparar com obstáculos, mostrou uma grande capacidade para administrar os problemas sem que afetassem o seu desempenho profissional e pessoal.

A primeira prova foi quando decidiu estudar o curso do Direito, motivada pelo que aconteceu com o seu pai, vítima da ação de um estelionatário da área de contabilidade. Na época, a família de Danielle possuía supermercados e padarias, mas chegou a decretar falência em decorrência do prejuízo contábil sofrido. 

A partir dali, Danielle decidiu que faria o possível para que as leis fossem devidamente aplicadas e que os responsáveis pela prática de crimes fossem punidos. Aos 23 anos passou no concurso para delegada de polícia. Sabia que na profissão seria possível alcançar esse objetivo. Corre em suas veias a vontade de fazer o certo, de garantir o cumprimento da lei e dos deveres.

Quando ingressou na academia de polícia, descobriu a primeira gravidez. A família chegou a cogitar que ela não seguiria em frente no curso. Mesmo assim Danielle não desistiu, compartilhou seu tempo entre a formação para delegada e os primeiros meses de cuidados com sua filha Maria. 

Passados os anos, teve o auge de sua carreira como delegada quando encabeçou as investigações contra pessoas influentes de Sergipe. Apurou desvios de verbas públicas e conseguiu recuperar R$ 100 milhões para os cofres do Estado, desviados por deputados estaduais, vereadores de Aracaju e empresários.

Esse destaque no trabalho fez com que ela fosse alvo de perseguição política, sendo transferida de departamento e ficando impedida de seguir com as investigações. Ela revelou que isso frustrou suas expectativas por estar fazendo o que era certo. Mesmo assim, não desistiu de fazer o que é certo. 

Danielle viu que na condição de delegada de polícia não tinha como contribuir com mudanças mais diretas na vida das pessoas, por isso tomou a decisão de ser candidata, disputando uma eleição pela primeira vez em sua vida para o mandato de prefeita de Aracaju.

Se preparou para a disputa e chegou com força, com chances reais de ir para o segundo turno contra um prefeito extremamente conhecido por Aracaju, que já administrou a cidade por três mandatos e faz parte da história da Prefeitura da cidade há 16 anos.

O histórico do atual prefeito, como todos os outros desafios, não a intimidou. Danielle caminha firme e com disposição, recebendo um carinho dos aracajuanos que nunca imaginou e distribui carisma entre as pessoas pelas ruas da cidade.

Esse breve resumo da vida de Danielle mostra que ela carrega consigo a força da mulher, a determinação e a capacidade de superar obstáculos, características que serão muito importantes para quem deseja administrar uma cidade e cuidar das pessoas. Por isso, Danielle é a prova de que nada é capaz de apagar o brilho de quem tem luz própria.

[*] É advogado, empresário, foi candidato ao Governo de Sergipe em 2018, é presidente da Executiva Municipal do PL de Aracaju e ex-coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.