Aparte
Candidato a suplente de senador de Danielle Garcia, Ezequiel Leite mira qualificação profissional de pessoas

Ezequiel Leite: “Assim, teremos em Sergipe mão de obra qualificada para atender as demandas”

“Foram mais de quatro mil cidadãos qualificados durante minha gestão em Capela”. Esse é seu ponto de partida. Homologado no último sábado, 30 de julho, como candidato a primeiro suplente na chapa da candidata ao Senado Danielle Garcia, Podemos, o ex-prefeito de Capela e empresário Ezequiel Leite retorna à cena política com muita força e sobretudo disposição.

Pensando nas dificuldades do sergipano, Ezequiel admite que quer discutir a geração de emprego e renda. Enquanto empresário – é usineiro ativo - , ele conhece de perto a necessidade constante que o mercado tem de mão de obra qualificada.

Tanto que uma das marcas da gestão dele à frente da Prefeitura de Capela foi a disponibilização de cursos profissionalizantes para capacitar os cidadãos em diversos segmentos da economia.

“Muitas vezes há vagas de emprego disponíveis. Porém, falta mão de obra com qualificação. Conhecendo essa realidade de perto, viabilizei em minha gestão uma série de parcerias para disponibilizar cursos profissionalizantes para os capelenses”, lembra Ezequiel.

“Enquanto estive prefeito, foram mais de quatro mil cidadãos do município que conseguiram se qualificar e obter um certificado que comprovasse seu conhecimento e preparo para exercer a devida função”, reforça Ezequiel.
Ainda segundo o ex-prefeito, boa parte das qualificações também possibilitavam que as pessoas pudessem se tornar empreendedoras.

“Com isso, em muitos casos, elas não ficavam limitadas à abertura de vagas em empresas, pois era possível montar seu próprio negócio na cidade. Muitos encontraram nestes cursos uma profissão e seguiram o caminho do empreendedorismo, garantindo uma fonte de renda”, salienta Ezequiel Leite.

“Por isso, defendo que, além de ações por parte do Governo do Estado e dos municípios para criação de mais empregos nos diversos setores da economia, incluindo o incentivo ao empreendedorismo, também sejam disponibilizados cursos gratuitos de capacitação, em parceria com instituições com expertise nisso”, reitera o empresário.

“Assim, teremos em Sergipe mão de obra qualificada para atender as demandas do mercado, trazendo um retorno positivo para a economia sergipana”, diz.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.