Aparte
Opinião - O cenário de incertezas em que vive o Brasil

[*] Vitor Deda

Tudo mudou desde que a pandemia assolou o mundo, mas no Brasil o flagelo está sendo gigantesco. Tudo ficou escancarado, tudo ficou sem vergonha, egoísta e sem qualquer sensatez. 

A pandemia no Brasil encontrou um Presidente que flertou e casou com ela, a consequência desse relacionamento foram mortes em grande escala e diante de um verdadeiro genocida no comando, a pandemia não deu trégua: matou, não só por conta do efeito feroz do vírus, mas matou nos seus reflexos, acabando com empregos, empresas e a saúde mental do brasileiro.

Os seguidores fiéis do genocida negaram até o última instância que tudo não passava que um exagero da imprensa, da OMS e dos cientistas, mas deram todo crédito para a prescrição médica do Presidente brasileiro: Cloroquina e Ivermectina.  

A sanidade política ultrapassou todos os limites no Brasil. No momento que todos deveriam se unir, nunca se viu tanta separação. A vacina chega, mas em pouquíssima escala e o quadro se agrava por não termos um programa nacional sólido de vacinação. 

Diante dessa ausência, os governadores e prefeitos se perdem sem o devido amparo federal e a consequência disso tudo, é uma população sem paciência, que clama pela vida e pela dignidade. Não sabemos quando será o fim desse pesadelo, apenas temos a certeza que nada será para amanhã.

[*] É bacharel em Direito, estudante de Jornalismo e educador político.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.