Aparte
Com o comando do MDB em mãos, Jackson Barreto pode se firmar melhor como pré-candidato ao Senado

Jackson Barreto: justiça lhe foi feita

“A política nos exige sabedoria e quase nenhuma vaidade. Nosso ofício deveria ser exclusivamente servir ao nosso povo, mas alguns colegas têm dificuldade em entender esse propósito e praticam politicagem rasa e ofensiva. Minha trajetória política é transparente e democrática em defesa de Sergipe, e a decisão do partido que ajudei a construir reconhece isso”.

Estas declarações reflete a alegria e o bem-estar do ex-governador de Sergipe, Jackson Barreto, ao ver desatado o nó do mando do MDB de Sergipe, que há mais de mês esteve sob uma intervenção da Executiva Nacional e havia muitos indicativos de que ficaria sob o comando do senador Rogério Carvalho, PT, pré-candidato ao Governo de Sergipe.

Mas por decisão da Executiva Nacional, Jackson Barreto assume a Executiva do MDB em Sergipe. Isso foi divulgado pelo Diretório Nacional do partido na sexta-feira, 20, por meio de um ofício. O documento elenca os nomes da composição provisória da sigla e o comando vale por 90 dias, a partir desta segunda-feira, dia 23. JB conversou sobre isso com o presidente nacional do partido, Baleia Rossi.

Mas, mais do que isso, a decisão repõe Jackson Barreto à trilha de uma pré-candidatura ao Senado no grupo governista liderado por Belivaldo Chagas e que tem Fábio Mitidieri, ambos do PSD, como pré-candidato ao governo de Sergipe. Só falta é ele convencer ao grupo que entre a sua pessoa política e a de Laércio Oliveira, cabe-lhe ser credor dessa chance.

Militante histórico do MDB, JB foi o primeiro governador do Estado pela sigla e sua pré-candidatura ao Senado este ano está embasada na defesa da democracia e da inclusão social, a exemplo dos investimentos em escolas municipais quando prefeito e em educação profissionalizante quando governador. Ambos, em regiões carentes de ação pública.

A decisão de comando do MDB pelos próximos 90 dias ficou com Jackson Barreto de Lima na presidência, Marcos Leite Franco Sobrinho, na Vice-presidência e suporte Adinaldo do Nascimento Santos, Valberto De Oliveira Lima, Alba dos Santos Nascimento e Mário Cesar da Silva Conserva. Jorge Carvalho vai para Tesouraria e terá ainda a participação de Verônica Santos Souza da Silva, José de Araújo Leite Neto, Peterson Dantas Araújo e Clóvis Silveira.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.