Aparte
Sebrae lança 11º Prêmio Prefeito Empreendedor em busca de políticas públicas de desenvolvimento local

Prêmio vai reconhecer iniciativas que ajudem a fortalecer pequenos negócios nos municípios

O Sebrae lança nesta sexta-feira, 15, a partir das 17h, no Hotel Sesc Atalaia, a 11ª Edição do Prêmio Prefeito Empreendedor. A iniciativa busca reconhecer gestores públicos que tenham implementado projetos com resultados mensuráveis e comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública. 

Essas ações devem ter como base a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, a Lei da Liberdade Econômica e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS -, contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico, ambiental e social do município.

Esta 11ª edição conta com oito categorias para premiação: desburocratização, sala do empreendedor, empreendedorismo na escola; governança regional e cooperação intermunicipal, compras governamentais, marketing territorial e setores econômicos; inovação e sustentabilidade, além de cidades empreendedoras.

Os projetos devem ter como foco os pequenos negócios formais ou em processo de formalização, individuais ou organizados em consórcios, cooperativas ou associações, podendo abranger qualquer setor econômico, beneficiar os pequenos negócios urbanos e/ou rurais.

O Prêmio é dividido em duas etapas: etapas estadual e nacional. Os municípios podem inscrever um projeto por categoria escolhida ou um único projeto, que seja mais abrangente, em duas categorias.

As inscrições podem ser feitas no site www.prefeitoempreendedor.sebrae.com.br. Lá também está disponível o regulamento completo.

Os vencedores da etapa estadual serão anunciados no final de abril de 2022. Eles terão direito a participar da etapa nacional do Prêmio, que será realizada no final de maio do mesmo ano.

PROJETOS SERGIPANOS - Na sua última edição, em 2019, sete gestores públicos municipais representaram Sergipe na etapa nacional do Prêmio, em Brasília.

Os prefeitos de Itabaianinha, Campo do Brito, Umbaúba, Nossa Senhora das Dores, Cristinápolis, Amparo de São Francisco e Tobias Barreto foram os escolhidos por terem vencido a etapa estadual da disputa.

Em Campo do Brito, o projeto finalista teve como foco o estímulo aos produtores rurais. Em Itabaianinha, o destaque foi para a elaboração de projetos de lei que contribuem para desenvolvimento dos pequenos negócios. 

Já em Umbaúba, o reconhecimento veio por causa do projeto de inovação e sustentabilidade promovido junto aos produtores rurais. 

Na cidade de Nossa Senhora das Dores o destaque foi para o projeto de compras governamentais, enquanto que em Amparo do São Francisco foram valorizadas as políticas de cooperação intermunicipal para o desenvolvimento econômico.

Em Tobias Barreto, por sua vez, o destaque ficou para as ações de desburocratização e implementação da RedeSimples. Já em Cristinápolis foi valorizado o trabalho de inclusão produtiva e apoio ao MEI.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.