Aparte
Maisa Mitidieri quer reconhecer Associação Afro-Brasileira de Riachão como de utilidade pública

Maisa Mitidieri: “Com o título, a associação pode reivindicar benefícios públicos”

A deputada estadual Maisa Mitidieri, PSD, quer tornar de utilidade pública estadual a Associação Afro-Brasileira e do Desenvolvimento dos Remanescentes de Quilombo do povoado Palmeira, entidade com sede na zona rural no município de Riachão dos Dantas, sul de Sergipe.

Com esta finalidade, a deputada deu entrada na última quarta-feira, 17, na Assembleia Legislativa de Sergipe, ao projeto de Lei nº 282/2021. Esta entidade já é publicamente reconhecida por sua dedicação à filantropia, à preservação e à valorização da cultura afro-brasileira e ao desenvolvimento educacional e social.

Ela promove estudos, cursos, seminários, palestras, encontros e outras atividades culturais e pedagógicas para a conscientização e emancipação humana e social no centro-sul. A associação oferece também, na prática educativa, o elemento emancipador dos negros e de todos excluídos, buscando dignidade e cidadania.

Segundo a deputada Maisa Mitidieri, com isso a associação fomenta projetos que correspondam às necessidades básicas e melhoria da qualidade de vida da população afrodescendente, especialmente de crianças, adolescentes, idosos e mulheres.

Para Maisa Mitidieri, garantir-lhe o status de utilidade pública estadual destaca mais ainda a importância dela para a comunidade. “A declaração de utilidade pública é um reconhecimento aos serviços prestados pelas entidades à sociedade. Com o título, a associação pode reivindicar benefícios públicos, entre outros direitos”, afirma Maisa.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.