Aparte
Ação de Alessandro Vieira regulariza fornecimento de remédio para transplantados

Alessandro Vieira: resolutividade na regularização de remédios raros

Os pacientes que realizaram algum tipo de transplante em Sergipe têm motivo para comemorar: a chegada do medicamento Tracolimo, que estava em falta há dois meses.

Segundo um dos integrantes da Associação de Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe – Arcrese -, Elves Cavalcante, o remédio é um imunossupressor e serve para evitar a rejeição de órgãos transplantados.

Há duas semanas, o senador Alessandro Vieira, Cidadania-SE, enviou ofício ao Ministério da Saúde solicitando medidas urgentes para a regularização do fornecimento de medicamentos imunossupressores de uso contínuo para pacientes submetidos à cirurgia de transplante de órgãos no Estado de Sergipe.

“Esta é uma medicação essencial para a manutenção da qualidade de vida dos transplantados, evitando a rejeição. Chega a custar aproximadamente R$ 3 mil, sendo impossível a aquisição por pacientes transplantados pelo SUS”, pontua Alessandro Vieira.

“Depois de um longo período de espera, o remédio finalmente chegou no dia 23. Foi um presente de Natal para a gente”, comemora Elves.

Ainda segundo ele, no dia seguinte o remédio já começou a ser distribuído para os pacientes. “Recebemos a informação no dia 23 à noite através de uma mensagem da Case. No outro dia os motoboys começaram a entregar a medicação”, diz Elves.

Em relação aos pacientes que moram no interior, Elves diz as secretarias municipais farão a entrega. “O Case entra em contato com elas. Daí elas mandam o carro pegar a medicação e depois distribuem para os pacientes do interior”, explica Elves.

“Nosso mandato recebe sempre demandas relacionadas às dificuldades de atendimento e tratamento adequado para doenças de alta complexidade. Estamos em constante diálogo com a associação de pais de crianças portadoras de doenças raras, pacientes oncológicos e pacientes transplantados”, diz Alessandro.

“Pedi a intervenção do Ministério da Saúde no sentido de regularizar a oferta dos medicamentos em questão a fim de garantir a dignidade e o direito à vida dos nossos cidadãos que hoje se encontram desassistidos. Fico feliz que o pedido foi efetivamente atendido”, afirma o senador Alessandro.

Em paralelo a tudo isso, o senador Alessandro Vieira protocolou o Projeto de Lei para que seja garantido o direito ao fornecimento contínuo do medicamento a todos os pacientes transplantados pelo SUS.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.