Aparte
Consultoria vê Laércio Oliveira entre os 70 deputados mais influentes do Brasil

Laércio Oliveira: ação vista e considerada no Congresso

Mais um ranking de parlamentares mais influentes do Brasil foi divulgado nesta quarta, 30, que classificou a elite parlamentar do país composta por 70 deputados federais e 33 senadores. Isso é feito pela Consultoria Arko Advice e o deputado federal Laércio Oliveira foi o único de Sergipe a entrar na lista.

As classificações dos deputados são as de lideranças formais, informais e os mais influentes. Laércio foi considerado um líder formal, especialmente por ter sido relator da Nova Lei do Gás.

“Ele é visto como parlamentar especialista em tema relevante, formador de opinião ou com boa capacidade de negociação”, informa o documento. No ano passado, Laércio também havia sido o único sergipano classificado por ser vice-líder do blocão.

Segundo documento divulgado pela Arko, a elite parlamentar brasileira é formada por aqueles que atuam decisivamente sobre o andamento dos trabalhos, sobre a elaboração da agenda legislativa e/ou que representam interesses organizados da sociedade brasileira ou forças políticas relevantes.

“Membros da elite parlamentar são aqueles com grau variado de importância: negociam com o Executivo, representam grupos de pressão, operam na busca do consenso e influenciam nas decisões do Executivo ou deixam sua marca no processo deliberativo do Congresso Nacional”, informa o documento.

O levantamento é feito desde 1998, mas neste ano, excepcionalmente, em função da limitação de funcionamento do Poder Legislativo por causa da pandemia de coronavírus, ensejou a adoção do Sistema de Deliberação Remota e houve restrição na aplicação da metodologia.

“A qualificação referente aos presidentes das principais comissões parlamentares não foi aplicada na Câmara dos Deputados, pelo óbvio motivo de não terem sido sequer instaladas. No Senado, tal critério foi observado parcialmente, visto que os colegiados funcionaram somente até março”, observa ainda o documento.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.