Aparte
MDB faz 55 anos, e Fábio Reis diz que partido faz história diariamente na política do Brasil

Fábio: “MDB tem grandes nomes em todo o país e não seria diferente em Sergipe”

Na última quarta-feira, 24 de março, o MDB - antigo PMDB - chegou aos 55 anos. Um dos maiores partidos do Brasil - em filiados e bancadas -, a sigla tem o deputado federal Fábio Reis como presidente em Sergipe. 

Fábio Reis classifica o partido como “assertivo e moderado” em suas escolhas e posicionamentos, e os seus integrantes “abertos ao diálogo, ao debate”. “Para mim, o MDB é motivo de orgulho”, resume o presidente. 

E Fábio Reis continua: “O MDB nasceu durante a ditadura militar como um partido de oposição àquele regime tão cruel. Por isso, poder estar à frente da sigla no meu Estado é muito significativo”, completa.

Fábio vê a Presidência do Diretório Estadual como uma oportunidade de dar voz a quem pensa de acordo com os ideais da sigla e quer fazer diferente. Ele acredita que o MDB desempenha um importante papel no cenário político atual. 

“Justamente o papel de dialogar. Somos a expressão da sociedade, participamos ativamente dos debates mais importantes do nosso país, temos projetos e propostas que sugerem a melhoria de vida do brasileiro”, ressalta.

De acordo com Fábio, hoje o MDB é o partido com mais filiações, com o maior número de prefeitos, deputados estaduais, prefeitos e vice-prefeitos. “Diariamente, fazemos história no cenário político nacional”, garante. 

Aqui, em Sergipe, ele aponta nomes como os de João Augusto Gama, Jackson Barreto e Luciano Bispo como referências emedebistas. E ressalta: “O MDB tem grandes nomes em todo o país e não seria diferente em Sergipe”.

João Augusto Gama foi prefeito de Aracaju entre 1997 e 2000; Jackson Barreto foi prefeito de Aracaju em duas ocasiões, deputado federal por quatro mandatos e depois governador do Estado; já Luciano Bispo é ex-prefeito de Itabaiana e agora deputado estadual - inclusive presidente da Alese.

“Além de José Carlos Teixeira, deputado federal por quatro mandatos, prefeito de Aracaju e vice-governador em 1990. São nomes pontuais que agregaram muito à história e continuam ativos no crescimento de Sergipe. Emedebistas convictos, que trabalharam intensamente pela redemocratização do país”, diz Fábio. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.