Aparte
Opinião - Retomada do turismo será pujante e abrirá novos tempos para nossa economia

[*] Marlysson Magalhães 

A pandemia do novo coronavírus pegou o mundo de surpresa, alterou o modo de vida das pessoas, freou bruscamente a economia e sobretudo a atividade do turismo, cadeia produtiva composta por mais de 54 segmentos - do taxista, ambulantes, guias de turismo, bares e restaurantes à hotelaria, apenas para citar alguns.

Fazer prognósticos é sempre um exercício complexo, a realidade não é estática e mudanças ocorrem a todo instante, mas sou otimista quanto ao futuro do turismo em Sergipe. 

Se por um lado a Covid-19 travou essa atividade, por outro criou uma gigante demanda de pessoas que aguardam o avanço da vacinação para sair da clausura imposta pela doença. 

“A volta à normalidade vai coincidir com a alta temporada. Na minha visão, vão faltar hotéis e aviões, porque vai haver um boom de viagens”, afirmou Leonel Andrade, presidente da CVC, em recente matéria publicada na Veja. 

Essa é uma perspectiva com a qual me alianço. As pessoas querem sair de casa, respirar liberdade, sentir o sol sobre a pele, encher os olhos de belezas naturais, experimentar novos sabores, correr, praticar esportes ao ar livre, tomar banho de mar com os filhos e viver experiências diferentes para escrever novos capítulos em suas vidas. Aracaju tem tudo isso e muito mais.

O prefeito Edvaldo Nogueira tem trabalhado com firmeza na questão da vacinação. Dia a dia tem anunciado a antecipação da vacinação, já chegamos na faixa etária das pessoas com 40 anos e em breve estaremos com toda nossa população vacinada.

Esse é o fator que dará segurança para que as pessoas retomem a normalidade da vida e o turismo volte a respirar. Fora isso, a gestão de Aracaju não para e a cidade acorda todos os dias com obras que melhoram a capital de Sergipe.

É qualidade de vida para os cidadãos e melhoria do destino com impacto direto na atividade do turismo. Afinal, quem chega em Aracaju sempre enaltece duas qualidades: a organização da cidade e a hospitalidade dos aracajuanos.

Acrescento a esse sentimento do visitante a excelência de nossa infraestrutura turística. Temos uma qualificada rede de hotéis, bares, restaurantes e atrativos que não se veem em outros lugares. 

Aracaju é uma agradável surpresa no mapa do turismo, sim, e disso podemos nos orgulhar. Precisamos expressar sempre nosso amor pela cidade e por tudo que temos. Precisamos exercitar um pouco de “bairrismo”. 

O prefeito Edvaldo Nogueira expressa esse sentimento em cada assinatura de ordem de serviços, e na elaboração do Planejamento Estratégico da gestão tudo é observado por ele não apenas com o olhar do gestor, mas com o sentimento de cidadão, do morador que vive a cidade em detalhes. 

Para o turismo, além das obras de infraestrutura urbana, limpeza, paisagismo e demais serviços públicos, o prefeito aportou mais de R$ 2,3 milhões para divulgação da cidade em outros Estados, uma justa demanda do trade turístico atendida por ele. 

É preciso destacar nesse ambiente de positividade a excelente afinidade e a parceria entre o governador Belivaldo Chagas e o prefeito Edvaldo Nogueira. Juntos, estão dando importantes passos para o fortalecimento do turismo em Aracaju e Sergipe. 

Em maio passado, o governador inaugurou a primeira etapa da Orla Sul, mais um cartão-postal para Aracaju, mais um espaço de encantos, de liberdade, de gente se relacionando com a natureza e desfrutando de uma vida saudável. Feliz. 

Já na quarta-feira, 15, a Aena Brasil, concessionária que faz a gestão do Aeroporto Internacional Santa Maria, anunciou para o governador e para o prefeito o projeto de reforma e ampliação dessa unidade aeroportuária.

Teremos um aeroporto competitivo, mais moderno, confortável, com mais capacidade de pousos e decolagens, que vai permitir um aumento no fluxo de passageiros em nossa cidade. 

Mais duas excelentes notícias: 1) a Prefeitura de Aracaju deu início às obras da terceira etapa da Orlinha da Coroa do Meio, um belo projeto que se harmoniza com aquele local; 2) o Governo do Estado anunciará a empresa que vai administrar o novo Centro de Convenções de Sergipe. Teremos um moderno equipamento para voltar a receber eventos de grande porte.

Nunca se viu tantas ações e recursos direcionados, em um só tempo, para o setor do turismo, e tudo nos faz concluir que teremos uma vigorosa retomada dessa atividade.

Temos excepcionais atrativos, uma cidade muito bem cuidada, investimentos do Governo do Estado e da Prefeitura de Aracaju, um litoral exuberante, com orlas e praias belíssimas, cultura diversificada, povo hospitaleiro, e a oportunidade que toda crise propicia: a de crescer.

O pós-pandemia está próximo e a exigência que o mercado nos imporá é um contínuo processo de melhoria de serviços. Os turistas querem viajar, sair de casa, encontrar destinos aprazíveis, seguros e de bons serviços. 

Esse é o nosso dever de casa e é o que estamos fazendo, em aliança com todos os segmentos da cadeia do turismo. Sim, o futuro nos faz acenos promissores. 

[*´] É administrador de empresas, empresário e exerce no momento o cargo de secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo de Aracaju.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.