Aparte
Raymundo Juliano em livro III: “Soube desenvolver atividades com alegria, cavalheirismo e responsabilidade”

[*] Vera França

Nesta segunda-feira, 25, às 17 horas, a família Faria Souto e o Sesc-Senac inauguram o Memorial Raymundo Juliano e fazem o lançamento da biografia “Raymundo Juliano: 80 anos negociando e fazendo amigos”, escrita pela jornalista e geógrafa Juliana Souto dos Santos. Tudo isso será na Avenida Otoniel Dória, 464, imediações da Praça General Valadão - de frente pro Rio Sergipe.

Para empreender a biografia, Julaina Souto contou com uma assessoria especial da geógrafa sergipana Vera França, conterrânea de Raymundo Juliano. E é de Vera França a orelha escrita no “Raymundo Juliano: 80 anos negociando e fazendo amigos”, e que vai a seguir.

“Este livro escrito carinhosamente por Juliana Souto Santos resgata a trajetória de um grande sergipano que serve de exemplo e pode ser seguido por todos que desejam empreender com sucesso e realização. 

Filho de uma família de comerciantes, Raymundo Juliano trouxe nas veias as qualidades necessárias para sua inserção no mundo do comércio, com força, vigor e maestria, sabendo passá-las para os seus descendentes. Além disso, também conseguiu ser um grande mestre, ensinando a arte de comercializar aos seus  familiares e colaboradores.

Para se tornar um empresário vencedor, Raymundo Juliano revelou-se um impetuoso empreendedor, utilizando as oportunidades que a vida lhe proporcionou. Suas diversas qualidades, como determinação, persuasão e liderança foram importantes para alcançar suas conquistas, ampliando cada vez mais seu horizonte empreendedor, diversificando seus negócios e garantindo a sobrevivência do grupo com a participação dos seus filhos e netos, numa transição equilibrada e eficiente. 

Ao longo da vida, soube desenvolver suas atividades com alegria, cavalheirismo e responsabilidade, fazendo amigos e alcançando o reconhecimento de todos aqueles que com ele conviveram. Sempre se caracterizou por ser um empresário amigo e generoso com os seus colaboradores, resultando na formação de equipes de trabalho competentes e duradouras. Para ele, de fato, negociar é fazer amigos.

Raymundo Juliano integra a galeria dos grandes comerciantes sergipanos ao lado de Mamede Paes Mendonça, Gentil Barbosa, Júlio Prado Vasconcelos, Pedro Barreto Siqueira, José Pinheiro Alvelos, entre tantos outros que dignificam o comércio e a sociedade sergipana.

[*] É geógrafa, doutora em Geografia e professora aposentada da Universidade Federal de Sergipe.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.