Politica & Mulher
Sergipana ocupa Diretoria da Agência Nacional de Petróleo

Symone: “Este será nosso compromisso, visando a geração de emprego e renda e a contribuição ao desenvolvimento do país”

Symone Araújo é a nova diretora da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP. Sergipana, ela foi indicada pelo presidente Jair Messias Bolsonaro em substituição ao gestor interino, José Gutman, que ocupava o posto desde março de 2020 após o término do mandato de Aurélio Amaral.

Symone tomou posse na última sexta-feira, dia 27, em uma solenidade que contou com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e dos membros da diretoria colegiada da ANP, Raphael Moura, Felipe Kury, Dirceu Amorelli e José Cesário Cecchi, entre outras autoridades.

Durante a cerimônia, a nova diretora da ANP salientou a relevância estratégica da pasta no cenário econômico brasileiro e apresentou um breve diagnóstico dos desafios a ela associados. “OO Brasil está diante de um momento de abertura de mercado no setor de petróleo, gás e biocombustíveis, e faz-se necessária uma transição célere e segura para um ambiente concorrencial”, afirma Symone.

De acordo com ela, é fundamental a mitigação de riscos de ordem regulatória para não impor entraves desnecessários à entrada de novos agentes no mercado. “E este será nosso compromisso, visando a geração de emprego e renda e a contribuição ao desenvolvimento do país”, ressalta, acrescentando que os desafios relacionados ao refino e distribuição passam pela adoção de novas ferramentas regulatórias e de uma infraestrutura crítica, com proteção aos consumidores.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, José Augusto Carvalho, assistiu virtualmente a solenidade e destacou o aspecto simbólico do novo cargo de Symone Araújo. “A nova posição ocupada por Symone na ANP é motivo de grande satisfação para os sergipanos e para todos aqueles que acompanham sua trajetória", considera.

Já o superintendente executivo da pasta, Marcelo Menezes, lembrou que "o momento atual é de transformação no setor de Petróleo e Gás, em que Sergipe demonstra grande potencial de projeção. A nova gestão da ANP com a presença da Symone deve impulsionar esse processo”.

Symone Christine de Santana Araújo é graduada em Engenharia Química pela Universidade Federal de Sergipe – UFS – e mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela mesma instituição. É também doutora em Ecologia, Conservação e Manejo de Recursos Naturais, pela Universidade de Brasília e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental pela Escola Nacional de Administração Pública. 

Ao longo de sua carreira, Symone Araújo desempenhou funções na Petrobras, Pré-Sal Petróleo SA e Universidade Federal de Sergipe, entre outras entidades. No MME, assumiu a coordenação adjunta do Programa “Novo Mercado do Gás”, atuando na implementação de marcos legais e infralegais da indústria do gás natural. Symone é a segunda mulher a assumir o cargo de diretora na ANP desde a criação da Agência, em 1998.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.